quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Fechando a Augusta. (relato instantâneo)


Estou aqui ainda.

Agora pouco, estava ali, no Charm, tomando uma cerveja, esperando o comércio abrir mais pra baixo. Ouvia "Master of Puppets" do Metallica. Sossegado, aenas deixando o tempo passar.

De repente veio uma, duas, três, umas quinze viaturas. Da PM, do GOE, e de outros lances que não reconheci. Achei estranho, tudo bem. Mas depois vieram mais outras quinze. Depois dez. Depois dez. E mais dez. Chutando baixo, acho que foram umas setenta viaturas descendo a Agusta. Fiquei até com receio de descer, mas desci.

Na descida apareciam algumas viaturas subindo, que logo faziam a volta e desciam. Vai lá saber...

Mais pra baixo, todas elas encostadas nos puteiros que todos já conhecem ou já ouviram falar. Os polícias pra fora do carro. Uns rindo, outros com caras de sérios.

Nunca vi tanta polícia junta no mesmo lugar! Na mesma rua. Muito menos na Augusta.

Tanto faz. Ainda estão lá. Não importa. Acho que consigo chegar ao Gruta.

Queria estar apto a desenvolver minha escrita de uma forma melhor, agora. Mas fica assim.

Tenho três hipóteses:

1: A Augusta apareceu no Jornal Nacional e tinha um filho ou uma filha de algum importante político brasileiro; vieram todos os milicas querendo aparecer na televisão, igual naquele caso da Daslú.

2: Algum chinês do cacete estava faturando bilhões contrabandeando e vendendo artigos ilegais (é claro, se é contrabando...) por aqui. (Mas acho que essa é a hipótese menos verossímel...)

3: Os caras estão fazendo a festa de final de ano, apenas. E decidiram curtir a noite nos botecos e puteiros da dita cuja Augusta, só isso. O alarde é por preconceito.

Bom, queria que estivessem aqui. É até engraçado! Os caras só desceram e encostaram nos puteiros, mais nada!

É só isso.

2 comentários:

Paulo Cezar Filho disse...

Parece que fecharam uns 10 puteiros. nada contra as putas - elas são fodas. os donos é que se foderam.
puta texto da porra.

Alessandro disse...

Mas que cuuuuuuuuuuuuu! Eh eh eh!

Ei, o que você tem contra os chineses ou coreanos que nos oferecem, a preços módicos, a fina flor da tecnologia? :-)

Viva a máfia oriental!!!