segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Trilogia do Medo - 3. Lucky

Porque tudo tem um fim. Desde os períodos em que nos sentimos por alguma razão seguros até uma breve série temática de poesias.

Lucky

aquele é um garoto de sorte.

os dramas sempre desviam dele.





medo?

é uma palavra que não conhece.





a confiança o acompanha.

até quando?

Como saber? Não é possível. Apenas sei que voltarei aqui com algo novo pra contar a vocês, qualquer hora dessas. Beijos e abraços prophanos!

Um comentário:

Paulo Cezar Filho disse...

O bom filho à casa torna!!! Três textos breves, três poesias curtas ou será que é o meu tempo que anda sobrando? tempo de sobra para ler e escrever - isso é o mais próximo do que chamo de vida. abraço maluco, nos trombamos no Gruta.
um brinde à sua trilogia.